biblioteca

Biodiesel será usado no carnaval carioca

Escola de samba usará cerca de 800 litros do óleo produzido a partir de resíduos vegetais e animais

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

O biodiesel será utilizado como combustível no carnaval do Rio de Janeiro. Todos os carros alegóricos da Mocidade Independente de Padre Miguel serão movidos com o biocombustível. A escola de samba, que escolheu como tema para o desfile deste ano a agricultura – “Parábola dos Divinos Semeadores” -, utilizará cerca de 800 litros do óleo, produzido a partir de resíduos vegetais e animais.

“Ações como essa são de grande importância para a divulgação e esclarecimento da capacidade da agricultura brasileira e dos benefícios do uso de biodiesel”, destaca o secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone. O biodiesel é um combustível renovável que pode ser produzido a partir de inúmeras matérias-primas, não agride o meio ambiente, além de gerar emprego e renda ao agricultor.

A iniciativa para utilizar o biocombustível no carnaval carioca é resultado de acordo entre a agremiação e as empresas produtoras do óleo, organizadas por meio da União Brasileira de Biodiesel (Ubrabio). Também participam da ação o Instituto Nacional da Tecnologia, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Nos próximos dias, os motores já instalados nas alegorias da Mocidade serão vistoriados e passarão por testes. A escola também fez parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Postos de coleta serão montados no barracão da escola para recolher o óleo usado na cozinha que será encaminhado ao programa de reciclagem da secretaria.

Mistura
Em 2008, a mistura de biodiesel puro (B100) ao óleo diesel passou a ser obrigatória, conforme estabelecido pelo Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB). Entre janeiro e junho de 2008, a mistura foi de 2% (B2) e entre julho de 2008 e junho de 2009 chegou a 3% (B3). A partir de julho de 2009, passou a ser adicionado na proporção de 4% (B4).

Em 2010, o governo federal decidiu adiantar a meta da mistura de 5% (B5) de biodiesel ao diesel, prevista apenas para 2013. Segundo o secretário, a antecipação gerou forte demanda no mercado interno. A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou que, em 2010, o Brasil produziu cerca de 2,3 bilhões de litros de biodiesel, 43% acima do registrado no ano anterior. Para o secretário, o incremento da produção do óleo é reflexo da necessidade gerada pela mistura obrigatória de 5%.

Governo
“O mercado de combustíveis renováveis no Brasil está consolidado com os esforços do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), coordenado pela Casa Civil da Presidência da República, em parceria com o setor produtivo”, ressalta Bertone. Lançado em 2004, o programa foi centrado na sustentabilidade da produção e na inclusão social.

Bertone destaca também que o Ministério da Agricultura desenvolve ações para garantir a oferta de matérias-primas para a produção do biocombustível. São atividades como o financiamento, o cultivo de plantas e os processos específicos de fortalecimento de cadeias produtivas. A palma de óleo (também conhecida como dendê) é um exemplo dessa política com o Programa d e Produção Sustentável da Palma de Óleo, instituído no ano passado.

Outra importante ação do Ministério da Agricultura é o investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação em todas as etapas da produção. O objetivo é obter plantas com maior acúmulo energético e mais eficientes. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), unidade Agroenergia, desenvolve estudos com pinhão manso e outros tipos de oleaginosas.

Fonte: http://www.agrocim.com.br/noticia/Biodiesel-sera-usado-no-carnaval-carioca.html