Soja

BASF apresentou a sua alta Tecnologia em Dia de Campo Destaque

28/01/2014

Produtores, técnicos e agrônomos, conheceram a alta tecnologia da BASF em dia de campo realizado na Fazenda Jardim, no município de Chapadão do Céu, promovido pela empresa Cerrado.

A alta tecnologia da Basf é um dos fatores primordiais para altas produtividades, e na Fazenda Jardim isso já é realidade. Em 4500 hectares de lavouras o produtor Cassiano Garcia já tem médias excelentes, no milho passando de 200 sacas por hectare e na soja passando de 70 sacas/hectare.

A equipe da BASF, composta pelo Desenvolvimento Técnico de Mercado Alexandre Costa, Representante Técnico de Vendas Alfredo Martini e Giuliano Villa, apresentou através de palestras em campo, o seu portfolio destinado à cultura do milho e soja.

O público que passou pelo espaço da BASF recebeu informações e conheceu, por exemplo, algumas tecnologias que auxiliam o produtor a alcançar maiores tetos produtivo em sua lavoura, como o Agrodetecta (ferramenta que auxilia no monitoramento clima e doenças ), Digilab ( ferramenta para monitorar e identificar pragas e doenças no campo), Heat (o novo herbicida da Basf para o controle de plantas daninhas de folha larga), Pirate, (inseticida da Basf com amplo espectro de ação, no controle das lagarta), os benefícios do Sistema AgCelence® Soja com o uso do novo fungicida Orkestra SC – produto introduzido no mercado brasileiro com exclusividade e que inovou o tratamento no combate à ferrugem asiática por ser o primeiro a ter uma molécula do grupo das Carboxamidas como princípio ativo em sua formulação.

Outra novidade importante para os sojicultores é que recentemente o Orkestra SC obteve registros para outras doenças, ampliando a eficácia e resultado na lavoura. São elas: mancha-alvo (Corynespora cassiicola), mancha-parda (Septoria glycines), crestamento foliar (Cercospora kikuchii), oídio (Erysiphe diffusa), mela (Rhizoctonia solani) e antracnose (Colletotrichum truncatum).

Já para a cultura do milho, a BASF apresentou os resultados do manejo fitossanitário com o fungicida Abacus® HC. A aplicação do produto é recomendada para o manejo das principais doenças da cultura, pois apresenta alta eficiência no controle das ferrugens (Puccinia sorghi e Puccinia polysora) e de phaeosphaeria (Phaeosphaeria-maydis), deixando as plantas mais saudáveis e produtivas, o que proporciona um maior rendimento de grãos e, consequentemente, maior lucratividade ao agricultor.

Para contemplar a demanda para multicultura durante o Dia de Campo a BASF apresentou o herbicida Heat®. O defensivo atua de maneira assertiva sobre a buva, uma das principais erva daninhas resistentes a outros herbicidas e que está presente em  grande parte do Brasil.

A aplicação do herbicida é indicada em casos como dessecação para plantio de algodão, arroz, milho, soja, bem como no manejo de ervas em pós-emergência nas culturas de cana-de-açúcar e arroz, e na dessecação de colheita da batata e do feijão. Os resultados são alta eficiência em ervas de folhas largas de difícil controle.
A rápida ação do Heat® permite controle efetivo e seletividade da planta, além de ganhos operacionais ao maquinário e que na maioria das situações permite ao agricultor plantar logo após a aplicação em solos argilosos, adequando-se ao sistema “Aplique e Plante”.

Fonte: O Correio News