Catálogos técnicos e de produtos

BASF anuncia entrada no mercado de fertilizantes no Brasil

27/05/2014

A BASF anunciou nesta terça-feira (27.05) sua entrada no mercado de fertilizantes brasileiro, através do lançamento da linha Librel®. São sete produtos que estarão disponíveis para comercialização até o final de maio em revendas, cooperativas e representantes da empresa.

Os fertilizantes são formulados a partir de microgrânulos dispersíveis em água para aplicação foliar ou fertirrigação e 100% quelatizados com EDTA. A empresa anuncia que, entre os benefícios do lançamento estão o aumento da produção e qualidade do produto final, equilíbrio nutricional da planta, eficiência em ampla faixa de Ph, alta estabilidade em soluções nutritivas e maior resistência ao stress da planta.

“Librel é uma marca mundial de fertilizantes especiais que vem agregar uma nova categoria de produtos ao nosso portfólio e, consequentemente, permitir que ofereçamos soluções mais completas ao mercado agrícola“, afirma Marcelo Manieiro Ismael, diretor de Especialidades da Unidade de Proteção de Cultivos da BASF para o Brasil.

Com os nomes comerciais “Librel® Magnésio, Librel® Zinco, Librel® Cobre, Librel® Manganês, Librel® Mix AL, Librel® Cálcio e Librel® FeLo”, a linha é voltada para o segmento hortfifruti e é dirigida às culturas de tomate, batata, uva, maçã, melão, cebola, alho e folhosas como alface, escarola, rúcula, agrião, entre outras.

“Embora as formulações tenham sido desenvolvidas pela Ciba, empresa que a BASF adquiriu há cerca de cinco anos, tivemos a preocupação de testar a eficácia e adaptabilidade dos produtos ao perfil climático brasileiro“, acrescenta Ismael.

A linha faz parte da área de Funcional Crop Care (Soluções Funcionais para a Agricultura) – responsável no desenvolvimento de tecnologias que vão além da proteção de cultivos. A iniciativa faz parte da estratégia global 2020 da multinacional alemã, que prevê atingir vendas de mais de €6 bilhões até 2015 e €8 bilhões até 2020 para a divisão agrícola no mundo com expansão no portfólio de soluções.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems