Suinos

AveSui 2016: Negócios internacionais são destaque na maior feira de aves e suínos na América Latina

05/05/2016

Grande presença de expositores de outros países e o apetite comprador dos mercados vizinhos marcaram o evento, que focou em tecnologias para gestão e produção limpa

A AveSui 2016, maior feira de aves e suínos da América Latina, encerrou nesta quinta-feira (05.05), em Florianópolis (SC), mostrando que o agronegócio se mantém forte no país mesmo em um cenário de instabilidade na economia. As 200 marcas expositoras – das quais 50 participando pela primeira vez do evento – do Brasil, China, EUA e União Europeia  apresentaram maquinários, produtos e tecnologias inovadoras para que avicultores e suinocultores ampliem seus negócios, reduzam custos e produzam com mais qualidade e bem estar animal. Uma das novidades desta edição foi o auditório empresarial de inovações, montado em plena feira de negócios, onde expositores e parceiros apresentaram novidades e debateram sobre tendências e perspectivas do agronegócio no país.

Em seu 15o ano, a AveSui apresentou um conceito inovador nas feiras do setor no país, com foco dirigido a negócios. “Apostamos em uma quebra de paradigma. Nosso objetivo é direcionar a feira ao público que busca negócios. É um formato diferente, mais seletivo, mas que gera oportunidades mais qualificadas aos nosso expositores “, afirma Andrea Gessulli, diretora da Gessulli Agribusiness, organizadora do evento. A próxima edição, marcada novamente para Florianópolis em 2017, será realizada nos mesmos moldes.

O maior destaque neste ano foi a grande presença dos estrangeiros, tanto como expositores mas também como compradores. Enquanto empresas de diversos países escolheram a AveSui 2016 para buscar oportunidades no mercado brasileiro – seja com instalação de fábricas ou fazendo parcerias com empreendedores locais – visitantes da América Latina se destacaram nos negócios gerados na feira. Entre os expositores internacionais, a grande presença das empresas chinesas consolidou a parceria comercial Ásia-Brasil na cadeia de aves e suínos.

A Zhengchang, uma das maiores fornecedoras de equipamentos e projetos de agronegócios da China, que se instalou recentemente em Curitiba (PR), consolidou dois grandes projetos durante a AveSui e garantiu presença na próxima edição, em 2017. Mas não foram só os orientais que abriram novas frentes de negócio na feira: a Silos Córdoba, da Espanha, que produz sistemas para armazenamento de grãos, abriu importantes contatos com produtores do Brasil, Peru, Bolívia e Colômbia. “Temos grande interesse no mercado latino americano, mas consideramos o Brasil um continente à parte, foi muito importante estarmos aqui na AveSui”, afirmou Jorge Garcia, responsável pela área de vendas na América Latina.

A catarinense Imoto, referência na fabricação de máquinas e motores, veio à feira em parceria com a italiana Caredi e fez um balanço positivo do evento. Para o gerente comercial André Boschetti, foram fechadas várias vendas internacionais para países como Bolívia e Uruguai, além de contatos para novos projetos na América Latina: “grande parte dos atendimentos que fizemos aqui abriu horizontes para negócios, tanto em máquinas quanto em projetos”. Quem também gerou bons negócios durante a AveSui 2016 foi a Indumax, de Xanxerê (SC), que apresentou novidades como um misturador à prova de contaminação (que rendeu à empresa uma patente de inovação). O resultado superou as expectativas da empresa, com o fechamento de projetos para Colômbia, Argentina, Paraguai e diferentes estados do Brasil.

Além dos três dias da feira de negócios, a AveSui apresentou workshops e congresso sobre zootecnia de precisão, biomassa e bioenergia, fórum sobre suinocultura de baixa emissão de carbono e bem-estar animal, consumo consciente de recursos e reciclagem animal, entre outros. O prêmio “Quem é Quem: Maiores e Melhores” premiou as cooperativas brasileiras e reconheceu também personalidades da suinocultura e da avicultura.

Fonte: Agrolink