Ásia irá liderar mercado de leite com sabor, revela pesquisa

25/06/13

Sete dos 10 maiores mercados de leite com sabor estão nos países em desenvolvimento, e nações como a Índia direcionarão o massivo crescimento do produto. Os dados são de uma nova pesquisa da Tetra Pak que mostrou que os consumidores estão se voltando ao leite flavorizado como uma alternativa a outras bebidas.

Os leites com sabor são o segundo produto lácteo fluido mais popular, perdendo apenas para o leite puro e seu consumo deverá aumentar a uma taxa de 4,1%, de 17 bilhões de litros no ano passado para 19,2 bilhões de litros em 2015. Ao mesmo tempo, o leite puro terá crescimento de 1,7% no consumo, de 208,5 bilhões de litros para 219,5 bilhões de litros em 2015.

“Com o leite puro cada vez mais commoditizado, o leite com sabor oferece às companhias de lácteos a oportunidade de agregar valor, não somente aos consumidores, mas para seus ganhos finais”, disse o presidente e diretor executivo do Tetra Pak Group, Dennis Jönsson. “Com os sabores, tamanho de porção e formulações corretas, o leite com sabor pode suprir uma grande quantidade de demandas de saúde, nutricionais e estilos de vida”.

Os países em desenvolvimento direcionarão a demanda em meio a um número crescente de novos sabores e produtos focados na saúde. “O aumento no consumo de leite com sabor será estimulado pelo crescimento econômico, urbanização e maior prosperidade”, disse o diretor gerente da Tetra Pak para mercados do sul da Ásia. “Estilos de vida sempre em movimento nas cidades prósperas da India desencadearam um maior consumo de leite pronto para beber, incluindo o leite com sabor”.

“Crianças e adolescentes consomem a maioria do leite com sabor na Índia, em casa ou na escola, com os pais optando por comprar este tipo de produto porque valorizam seus benefícios nutricionais e seu apelo de sabor com os consumidores jovens. Embora o consumo de leite puro seja prevalente em quase 100% das casas da Índia, o consumo de leite com sabor ainda tem um amplo espaço para crescer”.

A Tetra Pak identificou quatro direcionadores que estão estimulando o aumento do consumo do leite flavorizado. Primeiro, nos mercados em desenvolvimento é crescente o desejo por mais alimentos nutritivos e saudáveis, que está estimulando os consumidores a se voltarem a produtos lácteos, ricos em nutrientes. Segundo, a urbanização, com o aumento da prosperidade e o ritmo de vida das pessoas, está dando mais utilidade ao produto.

Também há a vontade dos consumidores de experimentarem novos produtos, com o leite com sabor suprindo esse apelo. Por fim, vem a questão de cada vez mais consumidores buscarem produtos que são vistos como “satisfatórios” para escapar da rotina diária. “As pessoas não se importam em gastar um pouco mais por pequenos prazeres, quando os tempos estão difíceis e estão fazendo sacrifícios maiores”, disse a diretora de global de marketing, Libby Costin.

Apesar de o consumo de leite com sabor ser baixo em comparação a outras bebidas, como os refrigerantes, as percepções positivas dos consumidores sobre os benefícios para a saúde do leite estão criando oportunidades para aumentar de forma significativa o consumo de leite com sabor, de acordo com a Tetra Pak. De fato, é previsto que o consumo deste tipo de produto triplique o de refrigerantes entre 2012 e 2015.

Tradicionalmente consumido por crianças que apreciam seu sabor, a Tetra Pak vê espaço para crescimento do consumo do produto também para adolescentes e adultos, pois é um produto onde sabor e saúde se encontram. “Para os consumidores que não querem comprometer sabor, saúde e conveniência, o leite com sabor está se mostrando uma alternativa cada vez mais popular a outras bebidas”, disse Jönsson.

Embora a demanda por leite com sabor deva aumentar globalmente, a demanda em países em desenvolvimento, particularmente na Ásia e na América Latina, deverá ultrapassar aquela dos países desenvolvidos da América do Norte e Europa.

A China é o maior mercado mundial, seguida por Estados Unidos e Índia. Anteriormente, a demanda por leite com sabor de 2009 a 2012 foi principalmente direcionada por quatro mercados emergentes: Brasil, China, Índia e Indonésia.

Embora os países em desenvolvimento tenham representado 66% do consumo de leite com sabor em 2012, essa participação deverá aumentar para 69% em 2015. China, sul da Ásia e Sudeste da Ásia bebem mais da metade do leite com sabor do mundo.

As caixas se tornaram o formato mais comum para este tipo de produto. Elas representaram 62% das embalagens de leite com sabor em 2012, mais que os 57% em 2009, e deverão aumentar para mais de 64% em 2015, com embalagens porcionadas devendo alcançar 81% do consumo de leite com sabor.

A reportagem é do Dairy Reporter, traduzida e adaptada pela Equipe MilkPoint.