EDA publica relatório sobre setor leiteiro na UE

A European Dairy Association (EDA) publicou um relatório bianual sobre os principais questões relacionadas ao setor de lácteos, atualizando os processadores sobre a situação do mercado e sobre os desenvolvimentos comerciais e reguladores. O relatório começa com um texto do secretário geral da EDA, Joop Kleibeuker, e do presidente da associação, Werner Buck, falando do lobby feito pela associação buscando reformas nas políticas lácteas da União Europeia (UE).

A Comissão está agora considerando as recomendações do Grupo de Alto Nível sobre Leite para promover reformas no setor assim que as cotas de produção de leite forem abolidas em 2015. Em seu processo de intermediação junto ao grupo de alto nível e à Comissão Europeia, a EDA tem dado ênfase no fato de que qualquer reforma deve melhorar a posição competitiva de todo o setor de lácteos europeu.

“A origem da chamada crise do leite em 2008/09 não está nas relações ruins entre os produtores de leite e a indústria processadora de leite, mas sim, em um forte decréscimo na demanda do mercado por produtos lácteos”, disseram Kleibeuker e Buck.

Discutindo a situação do mercado após a baixa dos preços em 2008/09, o relatório da EDA informa que “a primeira metade de 2010 nos mostrou que a crise global dos preços dos lácteos terminou”. Essa melhora na situação dos preços é resultado do retorno da demanda no mercado internacional, somado a uma menor oferta que viu a cota total da UE em 2009/10 ser subutilizada por uma margem recorde de 8%.

A EDA disse que não há um grande desequilíbrio ou flutuação na oferta e na demanda no momento, o que levaria a flutuações significantes de preços. Porém, o relatório informou também: “Durante o restante de 2010, a produção de leite dentro e fora da UE deve se fortalecer devido aos maiores preços do leite, entretanto, sem ultrapassar a demanda. Isso sugeriria um mercado firme e com preços maiores”.

Outras questões discutidas no relatório (que pode ser obtido aqui) incluem a venda de estoques de intervenção, relações internacionais comerciais, questões de higiene e segurança alimentar e questões de saúde.

As informações são do Dairy Repórter, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

fonte: http://www.cileite.com.br/content/eda-publica-relat%C3%B3rio-sobre-setor-leiteiro-na-ue