Derivados do leite são excelente alternativa de renda para o produtor rural

Manteiga, requeijão em barra e coalhada são produtos largamente utilizados em todo território nacional

O leite é composto de água, proteínas, carboidratos, lipídeos, minerais e vitaminas que, juntos, fornecem elementos essenciais. Trata-se de um excelente alimento, sendo seu consumo, e de seus derivados, importante como parte de uma nutrição equilibrada.

Sua utilização na propriedade rural representa não só a alternativa de uso como um alimento de alto valor nutricional, mas também de aumento da renda familiar, seja de maneira direta, seja na forma dos derivados obtidos após a sua transformação.
De modo geral, o leite pode ser utilizado in natura ou como matéria-prima  para produção de diversos produtos lácteos, envolvendo operações de transformação que vão desde uma pura e simples desidratação até à elaboração de produtos obtidos por meio de profundas alterações em sua constituição.  Dentre seus derivados podemos destacar a manteiga, a coalhada e o requeijão em barra, muito consumidos pela população brasileira.

A manteiga é um dos produtos lácteos mais consumidos nacionalmente.

A manteiga pode ser definida como produto obtido pela aglomeração mecânica da matéria gorda do leite, acrescida ou não de sal. É formada, batendo-se o creme, que é feito previamente por meio do desnatamento. Como um dos produtos lácteos mais tradicionais e consumidos nacionalmente, pode ser produzida  por pequenos produtores  ou  grandes queijarias.

O requeijão, produto tipicamente brasileiro, é muito difundido em todo o território nacional.

O requeijão em barra é um tipo de queijo fundido, obtido a partir da fusão de uma massa de coalhada dessorada e lavada. Tipicamente brasileiro, é largamente utilizado em todo território nacional, com algumas variações de tecnologia e características.

A coalhada ajudar a combater bactérias patogênicas no intestino e colabora para a redução do colesterol.

Datada do século XII, a colhada é um produto obtido a partir da ação de fermentos láticos selecionados ou por bactérias láticas mesófilas. De grande valor medicinal, além de ajudar a combater bactérias patogênicas no intestino, colabora para a redução do colesterol. Na culinária, é considerada um ingrediente completo, sendo muito utilizada no preparo de pratos  árabes típicos.

Com o objetivo de disponibilizar informações sobre as técnica de produção de derivados lácteos contribuindo para o aumento da renda familiar e qualificação da produção nas queijarias, o CPT – Centro de Produções Técnicas, em parceria com a UFV – Universidade Federal de Viçosa, elaborou o curso “Produção de Manteiga, Coalhada e Requeijão em Barra”, no qual você receberá informações da professora Célia Lúcia Ferreira, pesquisadora da UFV, PhD em ciência e tecnologia de alimentos, especialista em produção de queijos.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Desde a ordenha do leite até seu uso final in natura ou como matéria-prima na fabricação de derivados, esse deve ser manipulado e processado com muito cuidado. O controle de qualidade está diretamente relacionado com a higiene durante todo o processo de produção, imprescindível para se obter produtos mais saudáveis e seguros aos consumidores.

Fonte: http://www.cpt.com.br/materia/1378/derivados-do-leite-sao-excelente-alternativa-de-renda-para-o-produtor-rural

Data Publicação: 10/09/2010