Trigo

Adubação e calagem

Apesar do triticale ser tolerante ao alumínio no solo, a correção da acidez, por meio da aplicação de calcário, tem propiciado incrementos significativos no rendimento dessa cultura. Sugere-se utilizar a dose indicada para a cultura de trigo, levando-se em consideração os seguintes aspectos: (1) utilização integral das indicações para a cultura de trigo, especialmente com relação à rotação com culturas não suscetíveis às podridões radiculares e (2) desaconselha-se re-aplicações de calcário em áreas infestadas com o mal-do-pé.

Nitrogênio: o triticale responde significativamente à aplicação de nitrogênio. A dose a aplicar deverá ser estabelecida em função da matéria orgânica do solo.

Observação: nas regiões onde existe agricultura integrada à criação de aves e suínos, o adubo orgânico poderá ser utilizado e com respostas marcantes à produção. 

Devido às similaridades com a cultura do trigo, não há necessidade de elaboração de um zoneamento específico para triticale, portanto, costuma-se utilizar o mesmo zoneamento elaborado para a cultura de trigo. Com isso as épocas de semeadura indicadas para a cultura de triticale podem ser consideradas as mesmas indicadas para a cultura de trigo no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, pois são as que têm maiores probabilidades de apresentarem os melhores rendimentos dentro de cada zona homogênea.

Fonte: http://www.agrolink.com.br/cereaisdeinverno/InformacoesTecnicasTriticale.aspx