Pecuária

Aprovado projeto que amplia rigor sobre carne e leite importados

18/12/14 – 08:18
O projeto de lei 230/2011, de autoria do deputado estadual Lucas Redecker, que amplia o rigor sanitário sobre a carne e o leite importados foi aprovado na sessão ordinária da Assembleia Legislativa, na quarta-feira, 17 de dezembro. O parlamentar comemorou a aprovação do projeto, que tramita há quase quatro anos na Casa Legislativa.

Redecker explica que a proposta também impõe a contribuição para o Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa), a exemplo do que ocorre com os produtores gaúchos. As inspeções ficarão por conta do Estado. “O projeto valoriza o que é produzido aqui e torna o leite e a carne produzidos no RS mais competitivos. O produto de origem importado vai ter o mesmo tratamento que o nosso tem na fronteira”, disse.

A proposta do parlamentar segue o exemplo da fiscalização sanitária hoje empregada nos Estados Unidos. De acordo com Redecker, a metodologia consiste em avaliar, por meio de amostras selecionadas, a carne em toda a sua totalidade pelo sistema de inspeção e não apenas dos estabelecimentos exportadores de forma individual. “O projeto preenche uma lacuna existente no sistema de inspeção de derivados de origem animal aqui no Estado. Hoje, não sabemos em que condições esta carne e leite ingressam no Estado e por isso faz-se necessário esse controle, o que, por consequência, vai dar uma maior segurança aos gaúchos em relação à carne e leite que consomem”, disse.