Cadeia Produtiva

O Início da Apicultura no Mundo

Illustration no. 1
Antigamente, a humanidade praticava “caça ao mel”, onde coletava o mel destruindo o ninho da abelha, mas com o tempo começaram a criar as abelhas .Nós relatamos aqui os principais países que iniciaram a criação das abelhas na antigüidade em ordem crescente no tempo e com os respectivos comentários.
Antigo Egito
A 350 a.C. o desenho da abelha foi consagrado como símbolo do Rei. Uma imaginação de um Rei da comunidade das abelhas (na verdade a Rainha). O vestígio que comprova a criação das abelhas está no templo da 5º era dos Faraós (2.500 a.C.). Utilizavam como colméia uma cesta. Também há registro de colméia feita de barro e utilizavam fumaça (queimando esterco de boi), espantando as abelhas para a coleta do mel. Há registro de que a coleta de mel nas margens do rio Nilo, utilizando jangada para subir e descer o rio, continuou até o final do século XVIII.
Antiga Grécia
Foi encontrada na escavação colméia de barro redonda do século X a.C. Na Grécia, não há registro do avanço tecnológico de criação das abelhas, isso indica que a técnica de criação foi introduzida no Egito.
Antiga Roma
No Século I a.C, já era estabelecida a apicultura comercial com criação em grande escala, utilizando escravos. Foi registrada minuciosamente a técnica de criação da época no volume IV do livro “Diário da Agricultura”.
Inglaterra
Foram encontradas colméias feitas com galhos de árvore.
Alemanha
Foram encontradas colméias feitas de madeira escavada e galhos.
Illustration no. 2
Arábia
Utilizavam colméias feitas de tronco de tamareira.
Dessa forma, o continente Europeu tem a ligação com outros Países por terra, a técnica de criação das abelhas foi transmitida de forma natural, sem resistência. Por outro lado, na Ásia pensavam que a China dominava a técnica de criação desde século V, mas com maiores investigações feitas pelos estudiosos, descobriram que desde século II já praticavam a criação.

(Publicação: Masayasu Konishi (1993), “História Cultural dos Insetos”, Jornal Asahi

Fonte: http://www.3838.co.jp/portuguese/mitsubachi_park/surprise/surprise_coin.html