Pecuária

Angus projeta expansão de mercado internacional

13/08/2015

Para enfrentar o reflexo da crise econômica no mercado nacional, os criadores de Angus estão prospectando uma nova clientela para a carne brasileira no exterior.  A   exportadas por ano até 2019. Para isso, uma comitiva da Associação Brasileira de Angus estará na Feira de Anuga, na Alemanha, de 10 a 14 de outubro.

O Brazillian Angus Day será realizado em parceria com a Abiec e Apex dentro do projeto Brazillian Angus Beef.  A viagem integra roteiro internacional que teve início em junho com viagem a Milão, na Itália, e ainda inclui missões à Rússia e México. “A raça Angus está com diversas negociações avançadas para embarcar carne de alto sabor e qualidade para países da União Europeia e já prospecta clientes na Rússia, Oriente Médio e China. Movimento que resulta de um trabalho sério que vai da produção à certificação das carcaças”, pontua o presidente da Associação Brasileira de Angus, José Roberto Pires Weber.  Na coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira (11/8), em Porto Alegre (RS), Weber ainda pontuou que o Marfrig anunciou recentemente os primeiros embarques à União Europeia.

Segundo ele, é importante o pecuarista aproveitar ao máximo a Cota Hilton, que deve fechar o ano com aproveitamento de 95%, e estar atento para avanços nas tratativas da Cota 481 – High Quality Beef, que confere acesso a cortes de alta qualidade ao mercado europeu com taxas reduzidas e foi abordada em reunião entre a associação e a ministra Kátia Abreu.

Para ganhar escala e manter embarques consistentes da Carne Angus, a associação está trabalhando com orientação técnica aos produtores para aumentar a eficiência e o volume de animais abatidos. Há 12 anos, o Programa Carne Angus concede bonificações a criatórios que fornecem animais com alto padrão de terminação aos frigoríficos conveniados. Segundo o gerente do Carne Angus, Fábio Medeiros, a meta é aumentar o número de animais abatidos no escopo do programa, capilarizando os abates em diversos estados e regiões. Em 1º de agosto deste ano, o programa, criado no Rio Grande do Sul, recebeu a adesão de mais um estado. Em parceria com o frigorífico Frigol, criadores do Pará começaram neste mês a desfrutar das bonificações. Agora são 23 frigoríficos conveniados em oito estados (Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás e Pará).

Programa de Relacionamento avança no país

A Associação Brasileira de Angus deu início, em 2015, a um novo projeto de aproximação com os criadores da raça no país. O chamado Programa de Relacionamento com o Pecuarista visa conhecer quem são os 5 mil criadores que fornecem bovinos para o Programa Carne Angus com objetivo de selecionar os melhores animais, orientar o processo de engorda e abate e divulgar este que é o maior projeto de bonificação de carne do país. O novo programa reúne uma série de ações como visitas técnicas nas propriedades e workshops em diversas regionais.  No primeiro semestre, foram realizados eventos em Santana do Livramento (RS), Pelotas (RS), Pato Branco (PR), Água Azul do Norte (PA),Campos Novos (SC) e Campo Grande (MS). Na Expointer, a raça realizará o seminário “O boi que o mercado quer”, no dia 3 de setembro. “Iremos reunir os diferentes elos da cadeia, produtores, indústrias, varejo e o setor de food service”, acrescenta Medeiros.

Números do Programa Carne Angus Certificada

– Atuação em oito estados;
– 23 frigoríficos;
– 3 milhões de bezerros Angus nascidos em 2015;
– 330 mil animais abatidos em 2014
– 5 mil produtores

Fonte: Agrolink