Curiosidades

Aminoácidos amenizam impacto da geada na produção de hortifruti

20/06/2016

Complexos ativam metabolismo da planta aumentando a temperatura interna do vegetal

A queda nas temperaturas na região sul e sudeste, durante o outono e inverno, impacta a produção de hortifruti no país, principalmente quando há formação da geada.  O fenômeno natural, responsável por danos como a queima das folhas do vegetal, devido ao congelamento da água no interior da planta, resulta na diminuição da produtividade em diversos cultivos, refletindo no resultado e na qualidade do produto final.

O produtor de pêssego Maurício Bellaver, do município de Farroupilha (RS), conta que, em seu pomar, as plantas sofriam com o estresse fisiológico causado pela incidência de geada. A utilização de complexos de aminoácidos no cultivo antes e após a ocorrência do fenômeno tem sido uma prática natural eficiente para auxiliar na produção.

De acordo com o agricultor, com as aplicações, é possível a prevenção dos impactos, a redução dos danos e a recuperação do vegetal durante as estações frias do ano. “Acontecia muita queima na planta e sofríamos com bastante perda. Com a utilização de produtos à base de aminoácidos diminuímos o estresse da planta, reduzindo os danos em aproximadamente 50%”, explica Bellaver.

Segundo o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico de hortifruti da Alltech Crop Science, esses complexos atuam, de forma natural, na ativação e na aceleração do metabolismo da planta. “O resultado é o aumento da temperatura interna do vegetal e, consequentemente, a redução dos estresses fisiológicos causados pelas baixas temperaturas. Alterando desta forma, o ponto de congelamento da água dentro das células da planta”.

Revoredo ainda destaca que os períodos de geada coincidem com a fase em que vai se iniciar o desenvolvimento de culturas como pêssego e uva, antes e durante o estádio de brotação, o que impacta diretamente no progresso da parte mais nova do vegetal. “Essa queda na temperatura, ocorre tanto no final do outono, como durante o inverno, e pode ocorrer em função do ano, nos meses de agosto e setembro, período em que está soltando a brotação. Por isso é importante o produtor estar atento sobre possíveis alertas de geada em sua região”, finaliza.

Fonte: Agrolink