Soja

América do Sul terá participação menor na oferta global de soja

13/05/2014

A produção sulamericana de soja deve fornecer cerca de 53,6% da demanda global pela oleaginosa. Esta é a previsão de Carlos Cogo, consultor de Porto Alegre, baseado nos dados do USDA e da Conab. O percentual é menor comparado ao ano passado, quando a América do Sul forneceu 54,6% da demanda internacional.

Segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, o Brasil produziria nesta safra 86,5 milhões de toneladas, enquanto a Argentina produziria 54 milhões de toneladas. Depois aparecem o Paraguai, com 8,2 milhões de toneladas, o Uruguai (3,7 milhões de toneladas) e finalmente da Bolívia, com 2,6 milhões de toneladas da oleaginosa.

Cogo ainda prevê que haverá um aumento da pressão baixista nos valores domésticos de milho no Brasil, tanto no curto como no longo prazo, por conta dos estoques iniciais da próxima safra, que devem cair a 7,9 milhões de toneladas – 7,3% abaixo de 2013/2014. “Depois que a safra desse ano for escoada, os preços do milho devem apresentar melhor sustentabilidade”, analisou o consultor para o Blog AgroSouth News.

Fonte: Agrolink
Autor: Leonardo Gottems