Catálogos técnicos e de produtos

Alternativas para produção de biogás na agricultura familiar serão expostas na AgroBrasília

06/05/2016

Na Embrapa Agroenergia, a preparação para a AgroBrasília 2016 está a todo vapor. Juntamente com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e a Emater-DF, o centro de pesquisa vai apresentar um Circuito de Energias Renováveis para Agricultura Familiar, com energia eólica e solar, biodiesel e biogás. Este último tem movimentado a Área de Plantas Piloto da Unidade na semana que antecede a feira.

Restos de frutas e legumes foram triturados e já estão dispostos em bombonas que servirão de biodigestores. Na quinta-feira, elas receberam um consórcio de microrganismos. São eles que vão consumir o material orgânico, gerando o biogás. Bem vedadas, as bombonas serão levadas para a feira. O técnico Juarez Lopes da Silva, da Embrapa Agroenergia, explica que, com um conjunto de mangueiras e conectores, o biogás vai ser conduzido para alimentar uma chama.

O calor dessa chama vai movimentar o protótipo de um motor. É o próprio Juarez que, com paciência e destreza, está montando o protótipo. Ele conta que a ideia é mostrar para os agricultores que, aproveitando resíduos da propriedade, eles podem ter uma fonte de calor e energia para movimentar pequenos equipamentos para beneficiamento da produção, aquecer granjas ou mesmo cozinhar e ter água quente no chuveiro. O biocombustível também pode ser usado para abastecer veículos, como o carro da Usina de Itaipu que estará em exposição na feira.

A pesquisadora Silvia Belém, também da Embrapa Agroenergia, diz que a produção de biogás pode agregar valor à produção rural familiar, além de proporcionar benefícios ambientais. Esterco, alguns resíduos vegetais e até o soro do leite são matérias-primas para esse biocombustível. O sistema é simples, mas exige atenção na forma de operar e manutenção periódica correta.

Carlos Heinrich, representante da Ecam Máquinas, reforça o alerta de Silvia: repor constantemente a matéria orgânica é essencial para que os microrganismos responsáveis por gerar o biogás permaneçam ativos. Normalmente, os equipamentos disponíveis no mercado para produção desse biocombustível são estruturas médias ou grandes, mas a Ecam está desenvolvendo sistemas para atender iniciativas de pequeno porte. Henrich acredita que o biogás é uma alternativa especialmente interessante para as várias regiões em que o fornecimento de energia elétrica é instável ou insuficiente para todas as necessidades dos agricultores.

Os produtores poderão conhecer mais sobre o biogás e as outras fontes de energia renovável no circuito dedicado a esse tema no Espaço de Valorização da Agricultura Familiar (EVAF) da AgroBrasília, de 10 a 14/05. Além das entidades organizadoras, participarão as empresas Ecam, Enersurd e Eco-Inove. Todas essas instituições estarão, ainda, no Seminário Energias Renováveis para Agricultura Familiar, que acontece na terça-feira (10), às 10h, no Auditório Buritis. A Embrapa Agroenergia também participará, na sexta-feira (13), do Encontro Suinocultura de Baixo Carbono, que será realizado durante todo o período da feira.

Embrapa na Agrobrasília
A Embrapa apresentará, na feira, cerca de 30 soluções para a agricultura, em um estande e na vitrine de tecnologias. Na vitrine, os visitantes poderão conhecer variedades de soja, milho, sorgo, trigo, forrageiras e hortaliças.
Durante a AgroBrasília, a Empresa vai lançar uma variedade de soja transgênica com tolerância ao herbicida glifosato e o livro “Hortaliças de propagação vegetativa: tecnologia de multiplicação”. A Embrapa também promoverá o Dia de Campo “Intensificação Sustentável da Agricultura”.

Fonte: Agrolink