Pecuária

Alta do ICMS do boi em pé no MT pode possibilitar a reabertura de frigoríficos, afirma governador

Publicado em 26/01/2017

O aumento da alíquota do ICMS do boi em pé de 7% para 12% pode possibilitar a abertura de mais plantas frigoríficas em Mato Grosso. A colocação é do governador Pedro Taques, durante a solenidade de posse da nova diretoria da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). Segundo o chefe do Poder Executivo, hoje Mato Grosso conta com 23 das 41 plantas frigoríficas de bovinos fechadas.

A elevação da alíquota foi decretada ao final de dezembro de 2016 pelo Governo de Mato Grosso, por meio do decreto nº 777. Recentemente o setor produtivo reuniu-se com o Governo do Estado solicitando a revogação do ato.

De acordo com o presidente da Acrimat, Marco Túlio Soares, a entidade se posiciona contrária ao que diz respeito a qualquer aumento de carga tributária, não apenas na taxação do boi em pé que passou de 7% para 12%, mas também da carne que está sendo industrializada para o mercado brasileiro de 2% para 2,5%.

Leia a notícia na íntegra no site Olhar Direto.

Fonte: Olhar Direto