Plantas tóxicas para cães e gatos

A ingestão de plantas é um hábito comum tanto para os cães quanto para os gatos. Eventualmente os cães, em especial os filhotes ingerem plantas tóxicas, levando a intoxicações que podem provocar desde uma sintomatologia leve até o óbito.

Os sintomas de intoxicação são inespecíficos, como: vômito, apatia, falta de apetite, diarréia e febre. Algumas destas plantas também podem provocar lesões irritativas em pele (dermatites) e mucosas, através do simples contato físico.

A suspeita de intoxicação por plantas é confirmada muitas vezes pela presença de restos do vegetal no ambiente do animal ou juntamente com o vômito e as fezes.

Existem obviamente, muitas plantas com potencial tóxico para os animais, no entanto, as mais comuns são a que as pessoas mais utilizam em suas casas com finalidade de ornamentação.

Os principais vegetais responsáveis são: “comigo ninguém pode” (Dieffenbachia picta) “costela de adão” ( Monstera sp) “ copo de leite”( Zantedeschia aethiopica) “bico de papagaio”( Euphorbia pulcherrima) azaléia ( Rhododendron spp) mamona (Ricinus comunis), hortênsia (Hydrangea macrophyla) e “Espada de São Jorge” (Sansevieria zeylanica).

O tratamento deve sempre ser realizado pelo médico veterinário, segundo as condições clinicas do animal, no entanto, existem os primeiros socorros que podem ajudar muito. São eles:

1)- Lavar com abundância a boca do animal com água logo após a ingestão.

2)- Não fornecer leite ou qualquer outro alimento

3)-A Indução do vômito depende do vegetal ingerido, pois algumas plantas são irritantes de mucosa e o seu refluxo através do esôfago provocado pelo vômito lesionaria ainda mais esta região. O ideal é lavagem gástrica, que somente deve ser realizada pelo veterinário.

4)-Levar ao veterinário mais próximo, informando a planta ingerida.

Cuidados preventivos:

1)-Não tenha nenhuma destas plantas em lugares acessíveis a animais e também a crianças.

2)-Forneça aos cães e gatos, brinquedos adequados para que eles possam distrair-se.

3)-Observe seu animal diariamente, em especial: comportamento, fezes e urina.

4)-Caso haja estas plantas em casa, verifique se as mesmas estão danificadas ou remexidas.

Fonte: http://www.marcosfernandes.vet.br/pdf/PLANTAS_TOXICAS_PARA_CAES_E_GATOS.pdf