Milho

Alerta contra percevejo na safrinha de milho

20/03/15
O plantio da chamada safrinha de milho no Mato Grosso foi encerrado nesta semana, conforme dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgados nesta sexta-feira. O alerta agora é contra uma possível infestação de percevejo, que pode causar prejuízos de até 100% nas lavouras recém-plantadas, demandando até mesmo o replantio de toda a área atingida

O aviso partiu da Fundação MS, que está advertindo os produtores do estado para a implementação de medidas para prevenir a praga. A entidade, referência em pesquisa rural no estado do Mato Grosso do Sul, aponta as características que auxiliam na identificação da lavoura infestada, como a presença de orifícios simétricos nas folhas.

“Também acontece a injeção de toxinas no momento de sua alimentação, que pode resultar em menor desenvolvimento da cultura, bem como coloração mais amarelada das folhas atacadas. E caso o estilete do inseto ataque o ponto de crescimento da planta, pode haver sua morte, gerando um sintoma conhecido como coração morto”, complementa o pesquisador da Fundação MS José Grigolli.

O especialista destaca o tratamento de sementes como a ferramenta mais eficaz e de melhores resultados. Caso a lavoura já esteja comprometida, “o recomendado é complementar com aplicações de inseticidas, visando reduzir a população de insetos na área”, completa. Segundo ele, o monitoramento é a chave para o controle, principalmente até o estádio de desenvolvimento vegetativo. “Nesse intervalo, recomenda-se aplicações com base no nível de controle, que é de 0,5 percevejos por metro quadrado”, conclui.

Agrolink
Autor: Leonardo Gottems