Milho

Agroindústria de carnes quer maior proximidade com produtor de milho, diz ABPA

Publicado em 14/07/2016

Diante da escassez de milho e consequente valorização nos preços do grão, principal insumo das agroindústrias de frangos e suínos, no primeiro semestre do ano, o presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, defendeu uma maior aproximação das fabricantes de carnes com os produtores.

Segundo Turra, o Brasil tem totais condições de simultaneamente assegurar a demanda interna por milho e exportar excedentes, mas a garantia de abastecimento do grão para as agroindústrias vai exigir uma maior harmonização de interesses entre produtores e o segmento industrial.

Nos primeiros seis meses do ano, devido ao aquecimento das exportações, a saca do milho no mercado doméstico chegou a alcançar preços recordes, em torno de R$ 60, em um processo natural de equiparação da cotação interna com o valor de venda para o exterior. De acordo com o presidente da ABPA, é inegável que, no tocante às exportações, o milho é a “nova soja”, com tendência de aumento significativo nos embarques para os próximos anos, bem como de preços historicamente mais elevados.

Leia a notícia na íntegra no site InfoMoney.

 Fonte: InfoMoney