Agrishow espera público recorde na edição 2014

08/04/2014

Considerada a capital brasileira do agronegócio, Ribeirão Preto sedia, de 28 de abril a 2 de maio, mais uma edição da Agrishow

Uma das maiores e mais completas feiras de tecnologia agrícola do mundo, a Agrishow – Feira Internacional de Tecnologia em Ação – chega à sua 21ª edição com novidades para o setor. O anúncio de melhorias e expectativas para o evento, foram feitas pelo seu presidente, Maurílio Biagi Filho, durante coletiva a imprensa realizada na manhã da segunda-feira, dia 17, no Stream Palace Hotel. O encontro também contou com a presença da prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, dentre outras autoridades.

A Agrishow é palco para os principais lançamentos em tecnologia, além de contar com 100 hectares de área para as demonstrações de campo. “A Agrishow movimenta em uma semana mais do que todo o orçamento da Prefeitura de Ribeirão Preto de um todo inteiro”, disse a prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, que também participou da coletiva.

O presidente da Feira, Maurílio Biagi Filho disse que a expectativa é que os números da feira ultrapassem as marcas alcançadas em 2013. “Teremos uma área para demonstrações de campo e o número de expositores maior que na última edição. Esperamos também que o número de visitantes seja superado”, destacou. O diretor da feira, José Danghesi, informou que estão sendo tomadas providências para melhorar o fluxo de carros no local. “Ampliamos o estacionamento para melhor comodidade dos visitantes, hoje temos 5.000 vagas para os veículos”, garantiu.

Este ano, a Agrishow lança a campanha publicitária “Os Maiores Craques do Campo”, homenagem à dedicação e empenho do produtor rural. A feira contará ainda com a unificação dos pavilhões cobertos, área que foi ampliada e terá uma nova e moderna cobertura; a localização também mudou e agora ficará mais próxima da entrada da feira. Já o pavilhão contará ainda com uma cobertura asfáltica, que deve favorecer a circulação de expositores e visitantes pelo espaço.

Também haverá melhorias no acesso ao transporte e em relação à sala de imprensa, que será ampliada e receberá um novo espaço para entrevistas coletivas. Ênio Campói, da Mecânica de Comunicação, que fará a assessoria de imprensa da feira, diz que é extremamente importante a estrutura para a comodidade da imprensa. “Os jornalistas terão todo o apoio necessário para a cobertura de feira, a imprensa sempre é bem vinda”, garante. Ênio que acompanha a Agrishow há 18 anos

A Agrishow deste ano marca também a volta da Federação da Agricultura do Estado (Faesp), que até 2009 participou da organização e agora retorna como sócia. A Faesp passa a ter 10% do controle da feira, pelos quais pagou R$ 4 milhões. Outros 70% são da Abimaq (associação de fabricantes de máquinas), enquanto os demais 20% pertencem a Abag (associação do agronegócio), Anda (associação para difusão de adubos) e à Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Biagi revelou que, além da edição de Ribeirão Preto, a Agrishow negocia uma reedição em Mato Grosso. “A negociação existe, mas nada ainda está definido. Só não será em Rondonópolis por questões técnicas e porque Mato Grosso fará uma feira agrícola”, resumiu Biagi.

Outra novidade anunciada na entrevista em Ribeirão Preto foi o lançamento do Prêmio Brasil Agrociência, que distribuirá R$ 150 mil a cientistas que estudam soluções para o agronegócio. “A intenção é que essa premiação seja, no futuro, o “Nobel” da agricultura brasileira”, diz Biagi Filho.

São esperados 157 mil visitantes na 21ª edição da Agrishow. Na edição de 2013, foram 150 mil visitantes. O número de expositores deve superar 800. Em 2013 foram 790. No total, a Agrishow tem 440 mil m² às margens da Rodovia Antônio Duarte Nogueira.

Fonte: Feiras do Brasil