Milho

Agricultura familiar e meio ambiente são temas de seminário

21/06/2016

Na próxima semana, no dia 29 de junho, ocorre o Seminário “Agricultura Familiar e Meio Ambiente no Alto Uruguai Catarinense”, organizado pela Agrocon, Instituto Federal Catarinense – Campus Concórdia e Embrapa Suínos e Aves, com o apoio do CREA-SC.

O evento tem como objetivo apresentar e refletir sobre alternativas para o desenvolvimento rural sustentável do território do Alto Uruguai Catarinense e o papel do profissional das ciências agrárias nesse contexto. De acordo com os organizadores, a proposta do evento inclui ainda apresentar alternativas de produção agropecuária e agroindustrial que permitam uma relação mais amigável entre produção e meio ambiente e avaliar alternativas de renda que permitam o desenvolvimento de novas alternativas de produção ecológicos, social e ambientalmente mais sustentáveis. Além disso, será a oportunidade de sugerir políticas públicas que fortaleçam o papel da agricultura familiar no contexto do desenvolvimento regional.

A abertura do evento será às 8h30, no auditório do IFC Campus Concórdia. Em seguida, às 9h15, tem início as apresentações. A primeira será uma apresentação e lançamento do livro que dá origem ao seminário sobre “Desenvolvimento territorial, agricultura familiar e meio ambiente no território do Alto Uruguai Catarinense”, com o professor Eduardo João Moro, do IFC. Às 10 horas a palestra será sobre “Os desafios do profissional das ciências agrárias em um contexto de profundas transformações do meio rural”, com o professor da UFSC, Sérgio Martins.

No período da tarde, às 13h30, a palestra será sobre “Resiliência e desenvolvimento regional: o papel da agricultura familiar no Oeste de Santa Catarina”, apresentada pelo engenheiro agrônomo Rudinei Kock Exterckoter. Das 15 às 15h30, está marcada a apresentação do Grupo de Estudos Educação, Meio Ambiente e Agricultura Familiar – GEMAF. Encerrando o evento, às 15h30, o pesquisador da Epagri/Cepaf, Clóvis Dorigon, falará sobre “Juventude rural e o desafio da sucessão geracional na agricultura familiar”.

A inscrição é gratuita e pode ser feita na hora do evento.

Fonte: Embrapa