Notícias

Agenda Institucional do Cooperativismo é lançada em Brasília

26/03/2015

Autoridades, parlamentares e lideranças cooperativistas de todo o país prestigiaram, na terça-feira (24), o lançamento da Agenda Institucional do Cooperativismo, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília, e a posse dos novos integrantes da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop). O Paraná esteve representado pelo presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski, e pelos deputados federais Osmar Serraglio, Sérgio Souza, Dilceu Sperafico, Alex Canziani e Luiz Carlos Hauly, que integram a Frencoop.

Durante a solenidade, o Sistema da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) entregou propostas do cooperativismo para os planos Agrícola e Pecuário e da Agricultura Familiar 2015/2016 a representantes dos ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e do Desenvolvimento Agrário (MDA).

A Agenda Institucional do Cooperativismo 2015 é um documento que registra as principais demandas do setor relacionadas aos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Até o ano passado, o documento era intitulado “Agenda Legislativa” mas nesta edição o conteúdo foi ampliado. O objetivo é trabalhar em todas as frentes para defender as bandeiras do setor cooperativista, que hoje reúne 11,5 milhões de associados e exerce um papel importante na economia do país e nos processos de inclusão social.

“Nossa agenda deixa de ser legislativa e passa a ser institucional, ampliando o seu escopo, cria um laço de relacionamento com nossa base política, que será fundamental para a construção das metas planejadas pelo cooperativismo, principalmente para 2015e início de 2016”, disse o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.. “Isto tudo representa uma posição estratégica muito forte e nós estamos tratando disso com muito cuidado porque acreditamos que é uma grande oportunidade”, acrescentou.

“O trabalho da Frencoop, através do lançamento da agenda institucional, é fundamental porque é a oportunidade que nós temos de defender os projetos de interesse do cooperativismo. Por outro lado, também propicia uma condição para possam ser rejeitados os projetos que vêm em prejuízo ao setor”, disse o presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski. “Essa ação depende evidentemente da mobilização no âmbito de cada organização estadual na formatação da Frencoop, na eleição dos deputados e senadores”, acrescentou.

“Nós notamos que, a cada ano, o trabalho vem sendo aprimorado com o aumento do número de parlamentares que compõem a Frente. É a melhor maneira de defender os projetos de interesse do cooperativismo. É um setor que vem crescendo em todo o Brasil e é importante porque as principais questões passam pelo parlamento e, dessa forma, temos que ter uma equipe defendendo nossas cooperativas”, completou Koslovski.

O deputado federal paranaense Osmar Serraglio aproveitou a oportunidade para se pronunciar, representando o Congresso Nacional e a Frente. “Nós, integrantes da Frencoop, temos o papel de defender os interesses do setor nas duas Casas legislativas. Desde 1986, a Frente Parlamentar do Cooperativismo tem sido uma importante parceira do Sistema OCB nas negociações com o Congresso Nacional. Não mediremos esforços para aprimorar o espaço do cooperativismo como uma das principais alternativas de inclusão produtiva e de transformação da vida das pessoas”, afirmou. “Nossa intenção é amplificar a força que o movimento cooperativista tem para gerar oportunidades para milhões de brasileiros e sensibilizar autoridades dos três poderes da importância de se garantir um ambiente jurídico e econômico favorável ao desenvolvimento do setor”, concluiu.

Fonte: Copagril