Tabaco

Afubra orienta produtores de tabaco a reduzir área plantada na próxima safra

22/04
Medida visa reduzir elevados custos de produção e prejuízos na hora de comercializar o produto
ADRIANO JÚNIOR

A comercialização da safra de tabaco ainda não alcançou o auge mas, mesmo assim, representantes dos produtores já estão de olho no próximo ciclo. Nos dias 29 e 30 de abril, um encontro será realizado para discutir o assunto. A intenção é tentar encaminhar uma estimativa realista de produção, que atenda a demanda das empresas sem aumentar os estoques. Porém, segundo o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Werner, será necessário produzir menos tabaco.

“Se o produtor soubesse de antemão que é melhor a gente plantar de 15 a 20% a menos, nós teríamos um preço mais justo”, comenta. A ideia de Werner é reforçar que, com a medida de redução, os altos custos seriam evitados, causando menos prejuízo para empresas e produtores. Em maio, os agricultores já preparam as mudas de tabaco para que em junho inicie o transplante para a lavoura.

Conforme as estimativas da Afubra, o saldo da atual safra de tabaco deve ficar em 695,8 mil toneladas na região Sul do País.

Gazeta do Sul