Cana de Açúcar

Adubação verde

Autor(es): Antonio Dias Santiago ; Raffaella Rossetto

A adubação verde ou a rotação de culturas deve ser realizada na época da reforma do canavial. A escolha da cultura deve levar em conta alguns fatores, como a presença de nematóides ou de pragas, a possibilidade de acréscimo de nitrogênio proveniente da fixação biológica nas leguminosas, bem como a possibilidade de obtenção de renda extra com a venda do produto. Por estas razões, são preferidos os adubos verdes: crotalária juncea, mucuna e as culturas de soja ou amendoim. Outras culturas como o girassol e o nabo forrageiro também podem ser utilizadas nas áreas de reforma, mas com menores vantagens, já que não acrescentam o nitrogênio vindo da fixação biológica.

As culturas em rotação permitem que o solo fique coberto no período das chuvas, contribuindo para o controle da erosão; reciclam nutrientes; diminuem a incidência de plantas daninhas e, no caso das leguminosas, dispensam a adubação nitrogenada de plantio da cana.

A época de plantio para a rotação ou adubação verde deve ser posterior à morte da última soqueira da cana, por volta do final de novembro e início de dezembro. Os adubos verdes (Figura 1) não precisam ser incorporados, podendo apenas permanecer na superfície. A sulcação para a cana-de-açúcar poderá ocorrer sem a necessidade de novo preparo de solo.

Fig. 1. Conjunto de adubos verdes utilizados na cultura
da cana-de-açúcar.
Foto: Raffaella Rossetto.

Para as culturas em rotação – soja e amendoim – deve-se escolher variedades precoces, que possam ser colhidas até o final de março, para que não haja grandes atrasos no plantio da cana posterior.

Fonte: http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/cana-de-acucar/arvore/CONTAG01_36_711200516717.html