Laranja

ADUBAÇÃO DE POMARES DE CITROS

As plantas cítricas apresentam, em sua composição, grande número de elementos, que em geral são absorvidos do solo, através das raízes, porém, a planta só necessita de alguns deles para crescer e multiplicar-se.

 

Somente 15 elementos são indispensáveis para que a planta cresça e se reproduza.

 

Eles são: C – carbono, O – oxigênio, H – hidrogênio, N – nitrogênio, P – fósforo, K – potássio, Ca – cálcio, Mg – magnésio, S – enxofre, B – boro, Cu – cobre, Fe – ferro, Mn – manganês, Mo – molibdênio e Zn – zinco.

 

Além desses elementos, o Na – sódio, o Cl – cloro e o Si – silício também podem exercer efeito nutricional, porém o silício só é importante em determinadas espécies de plantas, principalmente gramíneas, ao passo que a ação do Na e do Cl, embora benéfica, também pode ser exercida por outros nutrientes.

 

O carbono e o oxigênio são absorvidos do ar e o hidrogênio é fornecido pela água. Tanto o ar como a água são duas fontes muito abundantes em nosso planeta e, assim sendo, as plantas só não se nutrem abundantemente deles em casos excepcionais.

 

Assim, restam só 12 elementos minerais, que são considerados nutrientes essenciais.

 

Eles são absorvido pelas raízes e sua disponibilidade, no solo, deve ser adequada, para atender as necessidades vitais e o bom desempenho das plantas, em crescimento e produção de frutos.

 

Os nutrientes N, P, K, Ca, Mg e S são denominados de macro-nutrientes, porque eles são requeridos em quantidades maiores do que o B, Cu, Fe, Mn, Mo e Zn, que são considerados micro-nutrientes.

 

Em geral, os solos considerados férteis, contêm os nutrientes essenciais em quantidades e proporções adequadas, principalmente quando o teor de matéria orgânica for superior a 3 ou 4%. Contudo, solos que foram cultivados durante vários anos, ou mal utilizados e erodidos, freqüentemente são deficientes em um ou vários nutrientes essenciais. Alguns solos, mesmo sendo inexplorados, também podem apresentar deficiências de nutrientes minerais, devido ao processo de origem e formação.

 

Em solos deficientes, as raízes das laranjeiras têm dificuldade em absorver um ou vários nutrientes, em quantidades e proporções adequadas, para o satisfatório crescimento e frutificação, sendo conveniente ao citricultor corrigir as deficiências através de adubações e/ ou calagens (Koller, 2002).

 

Entretanto, antes de fazer adubações, o citricultor deve ter certeza de que, efetivamente, as laranjeiras estão encontrando dificuldades em absorver determinados nutrientes. Além disso, também é conveniente verificar quais são os motivos das deficiências, porque às vezes certos nutrientes podem estar presentes em quantidades suficientes no solo, porém sua disponibilidade para as raízes pode estar limitada pelo pH inadequado.

 

As plantas bem nutridas são mais resistentes ao ataque de doenças e pragas, sendo que cada nutriente afeta características importantes no comportamento das plantas, principalmente na produtividade e qualidade físico-química dos frutos (Biggi,1986; Malavolta et al, 1989; Rodrigues, 1991; Koller, 1994).

 

Fonte: http://www.cesnors.ufsm.br/professores/zecca/fruticultura-agronomia/ADUBACaO%20E%20PRATICAS%20DE%20MANEJO.pdf