Cana de Açúcar

Açúcar/Cepea: com cotações firmes, físico brasileiro retoma vantagem

03/03/15
A oferta doméstica de açúcar tem sido suficiente para atender à demanda, e os preços, no spot paulista, se mantêm relativamente estáveis, de acordo com dados do Cepea. No mercado internacional, no entanto, prevalecem quedas, o que fez com o mercado interno voltasse a remunerar mais que as exportações.

Com relação à liquidez doméstica, de acordo com os volumes captados pela equipe Cepea, a participação das vendas no mercado spot foi maior em fevereiro que em janeiro. O Indicador CEPEA/ESALQ acumulou queda de 2,12% em fevereiro, com média mensal de R$ 50,11/saca de 50 kg, 1,84% inferior à de janeiro (R$ 51,05/sc) e 3,6% abaixo de um ano atrás (R$ 51,98/saca de 50 kg) – valor deflacionado com base no IGP-DI jan/15.

Nos últimos sete dias, os valores das negociações do açúcar cristal no spot oscilaram pouco, apresentando pequena alta de 0,27%, com o Indicador CEPEA/ESALQ a R$ 50,40/sc no dia 2.