Cadeia Produtiva

Ações do Sebrae/SC fortalecem a apicultura catarinense

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

O diretor técnico do Sebrae/SC, Anacleto Ângelo Ortigara, participou da abertura do 28° Encontro Catarinense de Apicultura (ECA) e 3ª Tecno-Apis, no último fim de semana, em Águas Mornas.  O objetivo foi apresentar os resultados do Programa de Desenvolvimento da Apicultura em Santa Catarina e o Sistema de Inteligência Competitiva Setorial (SIS) – ações que estão fortalecendo a cadeia produtiva do mel no Estado. O encontro é realizado a cada dois anos e visa oferecer aos produtores o conhecimento para aprimorar e aumentar a produção nas colméias, e expandir a comercialização.

Criado em 2005 pelo Sebrae/SC, o Programa de Desenvolvimento da Apicultura em Santa Catarina conta atualmente com 278 produtores. Com este programa, a produtividade por colméia no Estado passou de 20kg para 35kg, em virtude da melhoria no manejo, do processo de produção, gestão e inovação em tecnologias. Hoje, o Estado de Santa Catarina é referência com a produção de mel orgânico, certificado e com a rastreabilidade. O SIS é um projeto que proporciona aos micro e pequenos empresários acesso virtual, e gratuito, a um conjunto de informações estratégicas, estimulando a competitividade dos setores. Desenvolvido a partir da demanda dos empresários, o SIS atende, além do setor moveleiro, os de apicultura, calçados femininos e vestuário, em todo o Estado.

No Brasil, o setor da apicultura cresce de forma exponencial. Santa Catarina é o 4° maior Estado em produtividade, com 350 mil colmeias. São aproximadamente 30 mil famílias que dependem desse setor, 80% delas têm a apicultura como principal atividade econômica. Além disso, Santa Catarina produz anualmente 6 mil toneladas, das 45 mil produzidas no País.

Este ano a feira inovou com as dinâmicas de campo sobre o preparo das colméias na entressafra. Participaram cerca de 800 produtores. O evento é promovido pelo Sebrae/SC, FAASC – Federação e Associação dos Apicultores de Santa Catarina, Associação dos Apicultores da Encosta da Serra, além de parceiros como o Governo do Estado de Santa Catarina, Prefeitura Municipal de Águas Mornas, Banco do Brasil e o Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina. “Com o Programa de Desenvolvimento da Apicultura no Estado, o Sebrae/SC visa melhorar a renda do pequeno produtor rural, repassar conhecimento e novas tecnologias”, explica Iriberto Moschetta, coordenador do projeto.

Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?tit=acoes_do_sebraesc_fortalecem_a_apicultura_catarinense&id=55728