Ações de marketing da carne suína marcam o período da Copa

17/06/2014

Esperando um incremento nas vendas e no consumo da carne suína no período da Copa, os produtores se prepararam para o período. Representados pela Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), a cadeia produtiva realiza uma série de ações de divulgação da carne suína para este período, no qual o país recebe milhares de turistas.

O perceptível aumento nos primeiros dias do mês de junho confirmou as expectativas do setor. Até a primeira semana de junho, o Brasil embarcou 13,1 mil toneladas de carne suína in natura de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A média diária vendida ao mercado externo foi de 2,6 mil toneladas, volume 69,0% maior que a média vendida por dia no mês anterior.

Para aumentar ainda mais esse número, visitas a bares e restaurantes, distribuição de camisetas, entrega de receitas a base de carne suína, um boneco em formato de suíno, cursos de corte, ações em supermercados e outras estratégias estão sendo realizadas por toda a capital. De acordo com o presidente da Acrismat, Paulo Lucion, o período é propício para a divulgação das qualidades da carne suína e para reforçar o quanto o consumo pode ser saudável. “Queremos que a carne suína faça cada vez mais parte da mesa dos brasileiros e também dos visitantes que passarem por aqui”, ressalta Lucion.

O presidente explica ainda que as estratégias foram programadas para atingir a todas faixas etárias, desde as crianças com o boneco e miniaturas de porquinhos, as mães com as receitas à base da carne e também aos homens que podem escolher alguns cortes da carne suína para inserir no churrasco. “A ideia principal é que os visitantes conheçam a qualidade da nossa carne e assim, trabalhamos para que possíveis negócios ainda sejam formalizados após o Mundial”, finaliza o presidente.

Fonte: Agrolink