Pecuária

A importância do cálculo do custo do leite na produção

Calcular o custo do leite na produção não é uma atribuição simples, sendo que não há um consenso sobre o melhor método, que pode variar bastante de acordo negócio.

O certo é que o produtor necessita independente de tudo, possuir conhecimentos básicos sobre administração e contabilidade. E suma, é preciso que se saiba quantificar, de forma sistemática e precisa, os fatores de produção em relação à produção final.

Tais conhecimentos permite ao produtor corrigir pontos equivocados e mudar os investimentos, de acordo com o cenário, para que seja possível se sobressair em um mercado cada vez mais competitivo.

Sabe-se que um dos maiores custos é o alimento para o gado, que em média pode ocupar um lugar de 50% ou mais nas despesas O cálculo, obviamente simplista, não atende as necessidades do produtor.  É preciso se aprofundar, a fim de se chegar a um nível de informação mais precisa.

Existem três métodos, bastante utilizados pelos produtores, que podem atingir este objetivo, como: Custo Operacional Efetivo (COE), que reúne, basicamente, todas as despesas em dinheiro, Custo Operacional Total (COT), que contabiliza os itens que foram depreciados e investimentos na produção, e o Custo Total (CT), que é a divisão dos custos variáveis dos fixos.

Cada um possui a sua metodologia e cabe ao produtor, ciente da estrutura do seu negócio, escolher a que melhor pode se encaixa em seu perfil, de forma a auxiliá-lo no processo de tomada de decisão.

Um erro nestes cálculos pode comprometer boa parte dos negócios. Por isso, é muito importante que o produtor invista em conhecimento. Somente assim ele terá, de fato, uma visão clara e objetiva de seu negócio.

 

Para isso o produtor pode se especializar em algumas técnicas administrativas para garantir lucratividade. Saiba mais.

Fonte: Milk Point