Pesca

Montagem do Aquário

Existem vários tipos de aquários, abaixo vou enumerar alguns desses tipos:

Aquário Comunitário— A versão clássica. A forma mais difundida do aquário tropical de água doce, recomendado a aquariófilos pouco experientes. Num aquário comunitário, podem ser mantidas diferentes plantas, bem como várias famílias, géneros e espécies de peixes.

Aquário Monoespecífico (aquário de espécies)— Para aquariófilos experientes. Ao contrário do aquário comunitário, o aquário monoespecífico alberga só uma espécie, por exemplo os ciclídeos. É importante ter em consideração as necessidades específicas dos peixes ao instalar um aquário deste tipo.

Aquário de Biótopo— Para aquariófilos experientes. Tanto peixes e plantas são provenientes do mesmo meio- ambiente natural. Um aquário de biótopo é uma reprodução tão fiel quanto possível da Natureza.

Aquário de Reprodução— Só para especialistas. Normalmente, estes aquários não são muito atraentes, pelo menos do ponto de vista estético, visto o seu único objectivo ser a reprodução. Os animais reprodutores, geralmente muito valiosos, exigem uma água com qualidades muito específicas durante o período de desova, com zonas adequadas a esse fim.

Aquário de Criação— Só para especialistas. Tal como acontece com o aquário de reprodução, também o aquário de criação tem uma finalidade específica, pois é nele que se mantém os alevinos até atingirem um certo tamanho. Este isolamento dos alevinos é por vezes necessário para não serem devorados pelos outros peixes. Os alevinos também têm necessidades específicas relativamente ao meio- ambiente e à qualidade da água.

Material Necessário:

Para principiantes recomenda-se aquários a partir de 60cm de comprimento. Eu recomendo um de 60x30x30 para começar.

É essencial um filtro para que a água se mantenha limpa. Existem vários tipos de filtros: externos (vantagens: são baratos, eficientes e fáceis de limpar), internos (vantagens: eficientes e fáceis de limpar mas, a manutenção é complicada, e se o filtro for removido, a sujidade pode voltar para o aquário), biológicos (são eficientes e funciona sem qualquer meio de filtragem). Também é necessário um aquecedor/termóstato caso queira adquirir peixes tropicais que necessitam de temperaturas que rondam entre os 24-26ºC. Deve-se também ter luz artificial, pois, peixes e plantas necessitam 12-14 horas de iluminação por dia, na maior parte dos casos. Termómetro é absolutamente necessário. Existem Kits onde já vem incluído todo o material.

A decoração do aquário também é importante. O areão serve de suporte às plantas e, claro, torna o aquário mais bonito. Não deve ser nem muito grosso nem muito fino. As plantas são muito decorativas, e proporcionam vários esconderijos para os peixes mais tímidos. Pedras e raízes de árvores devidamente tratadas são apropriadas para dar um ar mais natural ao aquário.

Para a limpeza do aquário deve-se ter um magneto anti- algas para limpar os vidros, uma mangueira de 1,5 metros e um balde exclusivo para as mudanças regulares da água.

Montagem:

Primeiro do que tudo deve-se lavar o aquário com água morna. Nunca utilize detergentes para lavar o aquário e o resto do material.

Ponha o aquário no seu lugar definitivo e certifique se o móvel vai aguentar com o peso do aquário (para calcular o peso ou o volume do aquário: comprimento x largura x altura ÷ 1000).

Depois, lave muito bem o areão, passe por água morna quantas vezes necessárias até que esta saia limpa. Introduza o areão e faça uma pequena inclinação para a frente, para que os detritos não se acumulem na parte posterior do aquário.

AQUA1.GIF (2717 bytes)

A seguir encha o aquário até metade da sua capacidade.

Disponha as pedras e/ou elementos da maneira que mais gostar, a seguir coloque as plantas, mas lembre-se que se deve sempre pôr as plantas que crescem em altura nos lados e na parte de trás do aquário, as plantas solitárias devem ser plantadas sozinhas no centro e as plantas rastejantes devem ser plantadas à frente. Para calcular o número de plantas que o seu deve levar use esta formula: comprimento do aquário(cm) x largura do aquário (cm)÷50.  Tendo em consideração que os peixes necessitam de espaço para nadar.

AQUA2.GIF (4091 bytes)

Encha o aquário até 2cm abaixo do canto superior, agora introduz-se os aparelhos (filtro, aquecedor e a tampa com a luz). Depois deve-se esperar de uma a duas semanas antes de introduzir os primeiros peixes.

Eis algumas tabelas de conversão de unidades vulgarmente utilizadas no meio aquariofilo que podem ser úteis:

Tamanho do aquário Capacidade em litros Capacidade em galões imperiais Capacidade em galões US Peso do aquário em Quilos
45x25x25cm/ 18x10x10in 27.3 6 7.2 27.3
60x30x30cm/ 24x12x12in 54.6 12 14.4 54.6
90x30x38cm/ 36x12x15in 91 20 24 91
120x30x38cm/ 48x12x15in 136.5 30 36 136.5
150x45x45cm/ 60x18x18in 318.5 70 84 318.5
180x45x45cm/ 72x18x18in 364 80 96 364

Ou seja:

1 inch (polegada) corresponde a 2.5 cm;

1 galão imperial corresponde a 4.55 litros;

– 1 galão US corresponde a 3.8 litros aproximadamente;

–e 1 litro corresponde a 1 quilograma.

Graus Centígrados Graus Fahrenheit
100 212
30 86
25 77
20 68
0 32

Fórmulas simples de conversão:

[(ºCx9):5]+32= ºF

[(ºF-32)x5]:9= ºC

Fonte: http://webspace.webring.com/people/wl/lugui/montaaqua.htm