Soja

193 milhões de t de grãos é a nova estimativa para a safra 2013/2014

11/02/2014

A produção de grãos no Brasil deverá chegar a 193,6 milhões de toneladas, com um aumento de 3,6% em relação à safra passada, de 186,9 milhões de toneladas. Essa é a previsão do 5º Levantamento de Grãos da Safra 2013/2014, divulgado nesta terça-feira (11.02) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em comparação com o último levantamento, houve uma redução de 3,1 milhões de toneladas, devido à redução do milho 2ª safra, o que já era esperado, tendo em vista os preços desestimulantes e o elevado estoque do grão. A cultura da soja continua como o maior destaque. A oleaginosa teve um crescimento de 10,4% ou o equivalente a 8,5 milhões de t. a mais que a safra anterior, o que representa uma produção estimada em 90 milhões de toneladas para a safra atual. O arroz teve também bom desempenho, com um aumento de 5,9% , alcançando 12,5 milhões de toneladas.  O feijão primeira safra, que está em fase de colheita em todo o país, chegou a uma elevação de 38,6% na produção, passando de 964,6 mil para 1,3 milhão de toneladas. Já o milho primeira e segunda safras teve reduções, respectivamente, de 6,2% (2,2 milhões de t) e de 7,2% (3,3 milhões de t), perdendo terreno para a soja, que tem preços mais favoráveis. A produção da primeira safra (32,6 milhões de t) somada à segunda (42,8 milhões de t) deve chegar a 75,5 milhões de toneladas. Área – O total destinado ao plantio de grãos deve chegar a 55 milhões de hectares, o que representa uma alta de 3,2% em relação à área de 53,26 milhões de hectares da safra 2012/2013. A soja teve maior crescimento, com acréscimo de 6,9% na área plantada, passando de 27,7 para 29,7 milhões de hectares. Outras culturas, como arroz, feijão, algodão, mamona, girassol e amendoim segunda safra, também apresentaram elevação para plantio.  Por outro lado, o milho primeira safra teve redução de 5,2%, passando de 6,8 para 6,4 milhões de hectares. Os estudos para este levantamento foram realizados nas principais regiões produtoras de grãos do país, no período de 20 a 24 de janeiro.
Fonte: CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento
Autor: Raimundo Estevam