‘Maracaju é berço de qualidade da Raça Nelore’, afirma especialista

17/06/2014

 

Russel Rocha Paiva explicou que os cuidados com o gado vêm desde o aprimoramento genético e segue com alimentação especial, qualidade do pasto entre outras coisas que fazem toda a diferença para a excelência do animal

A 46ª edição da Expomara trouxe para Maracaju o que tem de melhor da Raça Nelore para serem julgados. Segundo o jurado da ABCZ – Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, Russel Rocha Paiva, os criadores de Maracaju e região trouxeram animais de um excelente padrão, “Maracaju é um berço de qualidade da raça nelore”, afirmou o jurado.

Os julgamentos da raça que aconteceram durante a feira terminou neste sábado e contou com a participação de 163 animais de criadores vindo de diversas regiões. Os julgamentos servem para avaliar o gado e assim encontrar a melhor carne para o abate ou o melhor reprodutor.

Russel explicou que os cuidados com o gado vêm desde o aprimoramento genético e segue com alimentação especial, qualidade do pasto, entre outras coisas que fazem toda a diferença para a excelência do animal. “Através dos julgamentos, os criadores buscam o melhoramento genético da raça, além de vantagens para o proprietário, os consumidores também são beneficiados, já que através desses julgamentos, há uma melhora na qualidade da carne comercializada”, disse.

Homenagem

O coordenador do julgamento em Maracaju, Arthemio Olegário de Souza conta também que outro ponto importante para ter um gado campeão é o seu tratador, já que para esse trabalho, é necessário dedicação. “Eles fazem isso porque amam mesmo. Não é qualquer peão que trata um boi, tem que saber o que está fazendo”, explicou. Para escolher o gado campeão da Expomara, o jurado segue as normas da Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB) e da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) e avaliam o gado por seu conjunto, ou seja, beleza corporal, porte, estrutura óssea, arqueamento das costelas e caracterização racial.

Ao final dos julgamentos, os tratadores receberam um singela homenagem e também premiação em dinheiro.

Leilão

Pela primeira vez, a feira teve entrada franca, além de um shopping, criado com o objetivo de integrar o comércio do município à Exposição. Outro destaque desta edição foi a realização do primeiro Leilão pela Vida, uma ação conjunta entre entidades e produtores rurais, para arrecadação de recursos e donativos pelo interior do Estado, com renda destinada para a manutenção do Hospital de Câncer Alfredo Abrão, de Campo Grande.

Segundo o presidente do Sindicato Rural, Arthemio Olegário de Souza Junior, o evento se consolidou no cenário estadual como vitrine do agronegócio. O Shopping Expomara é resultado de parceria do Sindicato Rural com comerciantes do município e também de todo o Brasil.

O espaço reuniu cerca de 12 galerias, localizada no Parque de Exposições. “Desde o primeiro ano de gestão, tentamos trazer o shopping para a feira. Neste ano, fizemos contato novamente com o comércio local e de outras regiões e consolidamos a parceria”, explica o presidente. Além do shopping, a feira apresentará novas tecnologias para o setor, como máquinas, equipamentos e implementos agrícolas. O Leilão do Sindicato Rural de Maracaju reverteu parte renda do evento para o Hospital do Câncer Alfredo Abrão de Campo Grande. “Trata-se de um importante papel social que o Sindicato Rural e Famasul desenvolve em prol da sociedade, estamos fazendo nossa parte em prol da saúde do nosso Estado”, ressaltou o presidente do Sindicato Rural de Maracaju Arthemio Olegário de Souza Júnior.

O leilão, que aconteceu no dia 13 de junho no Tatersal de Leilões, arrecadou para o Hospital do Câncer cerca de 40 mil reais. “Agradecemos todos os doadores que se sensibilizaram em ajudar por uma causa tão importante como essa”, finalizou Arthemio Júnior.

Fonte: O Progresso